Pêlo na Venta experimenta | Laser Tag

Resumidamente, o Laser Tag foi a experiência mais próxima que já tive de estar num jogo de GTA. Mas sem roubar carros… e outros atos ilícitos. Se calhar foi mais parecido com CS… também tem pistolas.

Ali só tens de “roubar” a base da equipa adversária. Começamos como uma equipa de 4 mas acabei sozinha… Eu estava muito #savage e ataquei a base umas 5 vezes. A minha equipa não atacava e não percebi porquê, então fui à luta, qual Braveheart. Depois percebi que cada elemento só podia roubar a base uma vez. Daí a minha equipa já só estar a defender…

tenor (4)

 

Contexto: Foi uma atividade de despedida de solteira. Mulheres e pistolas!

Imaginem 1 instrutor a tentar explicar a 8 mulheres todas entusiasmadas com a experiência como funciona o jogo. Estivemos demasiado ocupadas a fazer piadas com o facto de o nickname dele ser Karma e ninguém o ouviu com atenção.

Entras então numa sala escura, com música psicadélico-carrinhos-de-choque-enferrujada a tocar bem alto, juntas o som dos disparos (que pareciam tweets – sim, o passarinho azul), mais o fumo dramático, e tentamos comunicar com sinais daqueles como nos filmes e séries tipo CSI. Só que neste caso gritas porque ninguém está a perceber porra da tua mímica.

 

Como funciona o Laser Tag afinal?

Ora são precisas, pelo menos, duas equipas. Duh!

Cada equipa têm uma cor e tens um colete com “sensores” que se acendem quando somos atingidos em certas áreas. Também sentimos vibrar quando somos atingidos nesses pontos (não sejam porquitchónes) e ouvimos uma gravação a dizer que foste ferido (na verdade no meio da confusão não ouves nada porque aquilo é um inglês abafado e no meio da confusão não apanhas uma). Ao 3º tiro, já foste mas não dói… e ressuscitas passado 10 segundos!

giphy (2).gif

A “sala”, vamos chamar-lhe assim, tem vários obstáculos e esconderijos que podes usar para te camuflares e/ou vigiares o adversário (ou descansar um bocadinho). É escura, decorada com umas luzinhas e outras merdinhas decorativas de cores fluorescentes. É tipo um esconde-esconde de adultos, com tiros mas numa discoteca, e não precisas por o amigo com quem ninguém quer brincar a contar.

O objetivo é matares os teus adversários o maior número de vezes (todos são Jesus, só que não precisas esperar 3 dias para regressares) e destruir a base da equipa adversária. Tudo isto dá pontos (destruir a base dá mais) e ganha a equipa com mais pontos no final… ou a que cheirar pior no caso de ser preciso um tiebreaker. Yup, põe desodorizante que a coisa vai ficar aromática.

YYda

Conclusão: durante 10 minutos (são só 10 minutos mas garanto que chega, pelo menos para um round) não paras de fazer sprints tipo coelho de toca em toca, espreitas o adversário como um suricata, persegues e atacas como uma leoa esfomeada atrás de uma manada de gazelas e é uma sensação muito wild (pun intended)! É espetacular e parece mesmo que estás num filme de ação.

O problema é que, no meio da confusão, fumo, gritaria e um misto de balbúrdia na quinta com a fuga das galinhas, já não sabes quem faz parte da tua equipa, ou quantos pontos tens, nem em que filme estás ao certo. E a minha super estratégia foi: vai tudo a eito.

Mas a nossa equipa perdeu. 🙄

maxresdefault (1).jpg

Muito cardio, mas muito mesmo. Não recomendo para abafadinhos, portanto. Ninguém me disse que ia ser necessário levar a botija de oxigénio, por isso, faço já o jeito aos newbies para não dizerem que ninguém vos avisou e usarem isso como desculpa quando perderem.  Chiça, aquilo cansa mesmo.

Mas é de facto um set giro para ter na garagem lá de casa quando eu for rica e convidar uns amigos para uma matança (ao menos os porcos aqui não guincham, só transpiram). Quem perder fica encarregue do churrasco e paga o Spa e talvez o psicólogo, pois este é o estado em que ficamos: um misto de tomate suado, com atitude de gangster psicopata. Aquilo, por momentos, sobe-nos à cabeça.

34047271_2136151383079111_7780798161143988224_n.jpg

Optei propositadamente por não falar na escolha do nickname da minha personagem mas… I’ll be back. Depois de recuperar o fôlego.


Atividade foi realizada no kartodromovilareal.com. Não vou agradecer porque pagámos na mesma depois de uma tentativa de suborno com elogios caros.

 

Ajuda o pêlo a crescer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.